A CRISE DA 1ªREPÚBLICA

Exercício de completamento de texto

Escreve nos espaços em branco as palavras adequadas. Clica em "Verificar" para verificar as respostas. Usa o botão "Pista" para ver uma letra da resposta se tiver dúvidas.
Desde o início, a 1ª República viveu tempos conturbados a nível político. Houve tentativas para derrubar os primeiros governos republicanos, tanto por parte de , como por parte dos sectores mais conservadores. Ao mesmo tempo, a instabilidade era uma constante, pois os governos caíam com muita frequência, devido ao desentendimento dos partidos no .
A nível económico e financeiro, a sitaução degradou-se com a participação de Portugal na , que ocasionou a e a desvalorização da moeda. A juntar a isto, havia a subida insuficiente dos e consequente perda do poder de compra, o crescente défice financeiro e a falta de desenvolvimento da e da .
Toda esta situação provocou um grande descontentamento ; as bases de apoio da República foram-se afastando: a estava cada vez mais descontente e os operários mostravam o seu desagrado através da . Eram também frequentes os atentados .
Entre os sectores mais conservadores, nomeadamente a alta burguesia, começa a surgir o receio de qu pudesse ocorrer uma Revolução , à semelhança do que acontecera na Rússia. Procuram assim apoio militar para resolver a situação. No dia 28 de Maio de , ocorreu na cidade de Braga uma revolta militar, comandada pelo general e que deu origem à Ditadura Militar (que duraria até ao ano de 1933).